Entrevista a Pedro Vaz Patto, presidente da Comissão Nacional Justiça e Paz.